Mostrando postagens com marcador Evangélico. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Evangélico. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Os Problemas da Não Catolicidade

Nos é importante e vital, atentar que quando Jesus consumou sobre Si o pacto mosaico e estabeleceu a Nova e Eterna Aliança, Ele o fez com a Sua Igreja e apenas com ela (Lc 22,10). Ele próprio o fez e não há em toda a Escritura autorização ou precedentes nem de longe, que revele alguém 'iluminado' à determinar outra Igreja salvífica caminhando em paralelo a Sua que foi assinada, endossada e empossada com Seu sangue e imolação, também testemunhada de forma indelével nos anais da história com o sangue de milhares de mártires por estes dois milênios e guiada até aqui por seu próprio dono e resgatador conforme Sua Palavra (Mt 28,20). Caso aconteça diferente, seria isso uma usurpação insolente e profana do sagrado (Jo 6,48-59; Jo 20,21-23; At 2,1-4; Lc 22,14-20; 1Co 11,23-26). 

terça-feira, 26 de julho de 2016

Da Igreja

A luta dos protestantes contra a Igreja milenarmente estabelecida por Cristo, do ponto de vista social e religioso, tem produzido uma verdadeira revolução espiritual de lutas e dispersão no seio das muitas seitas fragmentadas, em um avanço sistemático sob bandeiras próprias.

Do ponto de vista eclesiástico, o fenômeno do Big-Bang religioso intensificado nos EUA em meados do Séc. XIX, é o responsável pelo surgimento das igrejas livres, autônomas e autossuficientes em si mesmas, ecoando ainda hoje.

Estas, demonstrando sua face puramente humana, se assemelham à partidos políticos, da qual, disputam os votos dos fiéis para qual apresentar a melhor proposta de vantagem pessoal. Neste quesito, há denominações self-service para todos os gostos e interesses particulares, quando não, insólitos.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Verdadeira Devoção à Nossa Senhora - I

Com o grande avanço das seitas evangélicas com suas teologias fracas, porém, devastadoras da já tão enfraquecida fé de muitos, são poucos aqueles que realmente conseguem entender a plenitude do papel de Nossa Senhora para nossa salvação, da qual Deus planejou desde tempos remotos (Is 7,14; Gn 3,15). Desta forma, darei aqui minha modesta, porém abalizada colaboração à Igreja única de Cristo para tentar desfazer possíveis estragos causados por aqueles que, quer por ignorância invencível, quer intencionalmente tenha causado na fé de muitos segundo o assunto aqui proposto.